segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Atribuições Pastorais

O Ministério de uma Igreja será exercido, como preceituado na Bíblia Sagrada, podendo obedecer a seguinte ordem hierárquica:

1.     Pastor Presidente
2.     Pastor Auxiliar I
3.     Pastor Auxiliar II
4.     Pastores Titulares
5.     Missionários
6.     Evangelistas
7.     Presbíteros
8.     Diáconos

Atribuições de um Pastor Presidente:

Liderar o Ministério
Superintender e supervisionar as atividades da Igreja
Convocar e presidir a Assembleia Geral
Representar a Igreja, ativa, passiva, judicial e extrajudicialmente.
Participar das reuniões de qualquer ministério ou órgão da Igreja, na qualidade de membro ex-ofício.
Assinar, com o Secretário, as atas da Assembleia Geral e demais reuniões da Igreja.
Abrir, movimentar e encerrar contas bancárias, juntamente com o Tesoureiro ou mediante procuração a ele outorgada.
Apresentar à Assembleia Geral relatório periódico e anual das atividades da Igreja.
Tomar decisões, juntamente com as Diretorias, nos casos comprovadamente excepcionais ou de extrema urgência, ad-referendum da Assembleia Geral.
Cumprir e fazer cumprir o Estatuto Social.
Assinar escrituras, contratos e outros documentos que demandem ônus para a Igreja, juntamente com o Tesoureiro em exercício, quando autorizado pela Igreja.

Atribuições de um Pastor Auxiliar I:

Compor o Ministério;
Convocar e dirigir a Assembleia Geral quando se tratar de assuntos que envolvam as Diretorias.
Supervisionar congregações em toda extensão ministerial;
Apresentar projetos para deliberação do Ministério e da Assembleia Geral;
Relatar à Assembleia Geral as condições do Setor Ministerial Geral.

Atribuições de um Pastor Auxiliar II:

Compor o Ministério
Organizar Cultos Públicos;
Organizar Eventos Evangelísticos;
Expandir as fronteiras ministeriais;
Apresentar projetos para deliberação do Ministério e da Assembleia Geral;
Relatar à Assembleia Geral as condições do Setor Ministerial Local.


Atribuições de um Pastor Titular:

Dirigir as congregações do ministério;
Apresentar candidatos para as funções da Igreja
Elaborar um orçamento anual;
Apreciar os relatórios periódicos e anuais do Ministério e demais órgãos administrativos;
Tratar de assuntos relacionados com o planejamento geral;
Supervisionar os diversos órgãos da Igreja
Aceitar doações e legados;
Resolver os casos omissos no estatuto social da igreja.

Seguidores